+351 964 310 216

“Uma vez tendo experimentado voar,
caminharás pela terra sempre de olhos voltados
para o céu, pois é para lá que desejas voltar.”
Leonardo Da Vinci

Venha compreender
a reflexão de Da Vinci.

O que é o balonismo

O balonismo é uma atividade aeronáutica praticada com um balão de ar quente.

 

O balão de ar quente é o mais antigo veículo aéreo de transporte da engenharia humana.

 

Conta com um passado de três séculos que inicia com Leonardo Da Vinci que fez o primeiro esboço.
Portugal teve um papel determinante na história do balonismo.

 

Com espírito ambicioso, Bartolomeu de Gusmão, em 1709, perante o rei D. João V, fez subir, pela primeira vez, um globo de papel a quatro metros de altura.

Segurança

O balonismo é reconhecido pela FAI (Federation Aeronautique Internacionale) enquanto atividade aérea mais segura, com índices de acidentes próximo de zero.

Tipos de voo

Ao amanhecer ou ao entardecer, voar de Balão de Ar Quente é uma experiência envolvente e inesquecível. A viagem não tem roteiro definido, uma vez que voamos ao sabor do vento.

As emoções durante o voo de balão são alimentadas pelo encantamento de voar de uma maneira única e em completa harmonia com a natureza.

São despertadas as melhores sensações de paz, serenidade e liberdade.

Voo Livre


Ao amanhecer ou ao entardecer, voar de Balão de Ar Quente é uma experiência envolvente e inesquecível. A viagem não tem roteiro definido, uma vez que voamos ao sabor do vento.


As emoções durante o voo de balão são alimentadas pelo encantamento de voar de uma maneira única e em completa harmonia com a natureza.


São despertadas as melhores sensações de paz, serenidade e liberdade.

Voo Livre

É uma modalidade de Voo mais económico.

Ideal para grupos de amigos ou grupos independentes que queiram partilhar a experiência de voar num balão de ar quente (mínimo 4 passageiros adultos).

Voo Corporativo ou Partilhado


É uma modalidade de Voo mais económico.


Ideal para grupos de amigos ou grupos independentes que queiram partilhar a experiência de voar num balão de ar quente (mínimo 4 passageiros adultos).

Voo Corporativo ou Partilhado

É vocacionado para casais ou pequenas famílias que primem pela sua privacidade e que não querem partilhar a experiência com outras pessoas.

Voo exclusivo


É vocacionado para casais ou pequenas famílias que primem pela sua privacidade e que não querem partilhar a experiência com outras pessoas.

Voo exclusivo

O Voo Cativo tem um enorme poder de atração e sucesso nas mais variadas festividades, eventos comemorativos ou corporativos, quer em ações de promoção e divulgação de marcas ou serviços.

É o ideal para realizar o batismo de voo a um maior número de pessoas, proporcionando a oportunidade de se ter um contacto direto com o balão de ar quente, de viver a experiência de voar e desfrutar de uma visão panorâmica do local por alguns minutos.

Voo Cativo


O Voo Cativo tem um enorme poder de atração e sucesso nas mais variadas festividades, eventos comemorativos ou corporativos, quer em ações de promoção e divulgação de marcas ou serviços.


É o ideal para realizar o batismo de voo a um maior número de pessoas, proporcionando a oportunidade de se ter um contacto direto com o balão de ar quente, de viver a experiência de voar e desfrutar de uma visão panorâmica do local por alguns minutos.

Voo Cativo

O Night Glow é um magnífico espetáculo noturno de luz e som, onde os balões de ar quente irão sincronizar os seus queimadores ao ritmo da música.

É um espetáculo com um grandíssimo poder atrativo para qualquer evento, criando efeitos de imensa beleza e impacto visual.

Night Glow

 

O Night Glow é um magnífico espetáculo noturno de luz e som, onde os balões de ar quente irão sincronizar os seus queimadores ao ritmo da música.

É um espetáculo com um grandíssimo poder atrativo para qualquer evento, criando efeitos de imensa beleza e impacto visual.

Night Glow

A experiência de voar de balão

Duração e desenrolar da experiência:
No total todo o processo da experiência dura cerca de 03h sendo:
 
1. Preparação do balão
– Briefing de segurança
– Insuflação do balão
– Descolagem
 
2. Voo: cerca de 01h de duração (dependendo das condições meteorológicas e das condições morfológicas do terreno).
 
3. Aterragem
– Confraternização no local da aterragem
– Arrumação do material
 
4. Retorno ao local da descolagem
 
Horário:
Na Primavera e no Verão (abril a setembro) os voos são essencialmente feitos ao nascer do sol, pois os balões de ar quente são muito sensíveis às correntes térmicas e turbulências que ocorrem durante o período em que o sol aquece a Terra. Portanto para se voar em segurança é necessário estarem reunidas as melhores condições atmosféricas ( secas, estáveis, temperaturas frescas e ventos calmos), e a hora de nascer do sol é a que mais satisfaz essas condições.
Nos meses de Outono e Inverno (outubro a março), devido às suas temperaturas mais baixas, muitos dias oferecem-nos boas condições atmosféricas para voar de manhã após o nascer do sol, e no período da tarde.
Frisando sempre que a hora para voar é definida de acordo com a avaliação do Piloto sobre as condições meteorológicas de cada dia e local de voo.
 
Vestuário:
Os passageiros devem vestir-se o mais confortavelmente possível, contudo com roupa adequada à estação do ano.
É aconselhada roupa cómoda, prática e de fácil mobilidade, de preferência calças, e calçado raso e fechado tipo ténis ou sapatilhas.
Porém para os meses de maior calor recomendamos o uso de protetor solar e chapéus ou bonés.
Salientamos que o balonismo é uma atividade outdoor em que aterramos sempre no campo.

O balão de ar quente

O balão de ar quente tripulado é o mais comum e mais usado em todo o mundo.

Tem capacidade entre 2 a 32 tripulantes mais o piloto.

A ascensão do balão se dá pelo aquecimento do ar atmosférico, que ficando menos denso, eleva o balão.
O combustível usado habitualmente é o gás propano C3H8.

A carga que um balão de ar quente depende exclusivamente do tamanho do seu envelope (balão).

Um balão considerado “normal” tem em média 2.000m3 a 3.000m3 de volume interno e pode levar entre 2 a 5 pessoas.

Existem ainda os balões que têm entre 5.000m3 a 24.000m3 que podem transportar até 35 passageiros por voo.

Conheça o que é necessário para cada voo.

Um balão.
Botijas de gás com a capacidade adequada.
O atrelado para transportar o balão e restante equipamento.
Uma viatura para transportar o atrelado com o balão.
O licenciamento do balão e dos equipamentos conexos uma vez por ano.
A equipa de apoio ao voo.
Os seguros obrigatórios.
A licença para voar.

O que é essencial para voar

Fique a conhecer o que é necessário para cada voo.

Um balão.
Botijas de gás com a capacidade adequada.
O atrelado para transportar o balão e restante equipamento.
Uma viatura para transportar o atrelado com o balão.
O licenciamento do balão e dos equipamentos conexos uma vez por ano.
A equipa de apoio ao voo.
Os seguros obrigatórios.
A licença para voar.

Anatomia de um balão de ar quente

Fique a conhecer em pormenor um balão de ar quente.

Curiosidades sobre o balonismo

O balão de ar quente é o mais velho veículo aéreo da história da humanidade.

Os irmãos Joseph-Ralf e Jacques-Étienne Montgolfier descobriram que o fumo de uma fogueira fazia insuflar um saco de seda.

Então, a 5 de Julho de 1783, desenvolveram um balão de ar quente.

O primeiro voo controlado de um balão de ar quente foi levado a cabo pelos franceses Jean-François Pilâtre de Rozier e François Laurent d’Arlandes, no dia 21 de novembro de 1783, em Paris, num balão criado pelos irmãos Montgolfier.

Este primeiro voo alcançou uma altitude de 24 metros, ou seja, o comprimento máximo que a corda lhe permitia ascender.

Atualmente os balões são capazes de atingir grandes altitudes.

No dia 26 de Novembro de 2005, Vijaypat Singhania estabeleceu um recorde de altitude com um balão de ar quente, alcançando uma altura de 21 027 metros.

A primeira viagem sem paragens à volta do mundo num balão de ar quente, teve lugar em 1999.

O balão descolou de Château-d’Oex, na Suiça, no dia 1 de Março de 1999 e pousou às 01 h 02 min do dia 21 de Março no deserto egípcio.

Os seus dois tripulantes ultrapassaram os recordes em distância e duração, viajando durante 19 dias, 21 horas e 55 minutos.